blog

Quer divulgar a sua marca neste blog?
modas.marketing@hotmail.com

Queres fazer pedidos e dar sugestões?
modasedesmodas@hotmail.com
Terça-feira, 18 de Outubro de 2011
Rubrica: Top Livros

Olá, meninas! Estou de volta para mais uma destas rubricas. Desta vez tentei seleccionar livros menos comuns e que nem sempre puxam o nosso olhar quando pairam nas prateleiras (parteleiras? whatever...) Esqueci-me de dizer-vos, mas na semana passada comprei o livro "A Casa do Sono" de Jonathan Coe e esta semana comprei "The Picture Of Dorean Grey" de Oscar Wild. Vamos a ver como é que correm estas leituras. Mais uma coisinha! O segundo livro que comprei está em versão original (inglês) e custou nada mais nada menos que 3.5€ na FNAC, é de aproveitar. Têm a colecção inteira a este preço. Adiante.. Já sabem que os prólogos são directamente copiados do site da FNAC. Há algum que vos cative?

 

 

1. As Regras da Casa da Sidra, IRVING, John, EDITORA CIVILIZAÇÃO

Prólogo Uma obra-prima de um dos maiores romancistas americanos contemporâneos. A odisseia de Homer Wells começa no meio dos pomares de macieiras do Maine rural. Sendo a mais velha das crianças do orfanato de St Cloud’s que não chegaram a ser adotadas, Homer estabelece uma amizade profunda e invulgar com Wilbur Larch, o fundador do orfanato – um homem de rara compaixão viciado em éter. O que Homer aprende com Wilbur leva-o desde a sua primeira aprendizagem de cirurgia no orfanato até uma vida adulta à frente de uma fábrica de sidra e a uma estranha relação com a mulher do seu melhor amigo.

 

2. Rapariga Que Sonhava Com Uma Lata de Gasolina e Um Fósforo, LARSSON, Stieg, BIS

Prólogo Depois de uma longa estada no estrangeiro, Lisbeth Salander regressa à Suécia e instala-se luxuosamente numa zona nobre da cidade. Mikael Blomkvist, que tentara contactá-la durante meses, sem sucesso, desiste e concentra-se no trabalho. À Millennium chega material para uma notícia explosiva: o jornalista Dag Svensson e a sua companheira Mia Johansson entregam na editora dois documentos que provam o envolvimento de personalidades importantes numa rede de tráfico de mulheres para exploração sexual. Quando Dog e Mia são brutalmente assassinados, todos os indícios recolhidos no local do crime apontam um suspeito: Lisbeth Salander, e a polícia move-lhe uma implacável perseguição. Lisbeth Salander, que está disposta a romper de vez com o passado e a punir aqueles que a prejudicaram, tem agora de provar a sua inocência e só uma pessoa parece disposta a ajudá-la: Mikael Blomkvist que, apesar de todas as evidências, se recusa a acreditar na sua culpabilidade.

 

3. O Pai da Chuva, KING, Lily, GUERRA & PAZ

Prólogo América, anos 60. Numa pequena cidade, a também pequena Daley passou a infância a tentar conciliar dois mundos em conflito: o da mãe, uma mulher liberal e socialmente comprometida, e o do pai, Gardiner Amory, um homem conservador e decadente, com os dias marcados pelo álcool. Quando a mãe decide separar-se, os impulsos primários e a raiva de Gardiner revelam-se. O abismo aumenta e Daley, com apenas onze anos, está no meio dele, em cima de uma fina corda, num equilíbrio difícil. Obrigada a escolher entre o amor profundo pelo pai e a própria sobrevivência, Daley cresce e consegue criar a sua própria vida, em tudo diferente da de Gardiner - até ao dia em que ele bate no fundo. Empurrada para o universo caótico e manipulativo dos adultos, Daley decide tentar salvá-lo e reconstruir o laço primordial que os unia, arriscando mesmo perder tudo o que conquistou para além dele - incluindo o seu novo amor, Jonathan, que representa tanto do que Gardiner diz odiar, e que deu a Daley tanto do que Gardiner jamais lhe poderia oferecer.

 

4. Um Quarto Com Vista, FORSTER, E. M., RELÓGIO D'ÁGUA 

Prólogo Neste romance de comédia social, Forster ocupa-se de um dos seus temas favoritos: a imaturidade da classe média inglesa, aqui representada por um grupo de turistas expatriados em Florença. Os turistas ingleses são observados com um olhar minuciosamente irónico. A excepção é Lucy Honeychurch, uma jovem fascinada pela exuberância da paisagem humana e que, apesar da sua educação vitoriana, procura agir com naturalidade. Nas suas relações com a preconceituosa prima Charlotte, os pouco convencionais Emersons e o arrogante noivo, Lucy vê-se dividida entre as actividades sociais e os sobressaltos do coração. Esta edição inclui o texto escrito mais tarde por Forster, "Uma Vista sem Quarto".

 

5. A Arte de Chorar em Coro, JEPSEN, Erling, EUCLEIA EDITORA

Prólogo Erling Jepsen nasceu em 1956, na Dinamarca. Iniciou-se na escrita com peças de teatro em 1977 e a sua estreia enquanto romancista deu-se em 2002 com "A Arte de Chorar em Coro", romance que veio a ser adaptado ao cinema e premiado em vários festivais. A sua obra tem recebido inúmeras críticas positivas e um grande reconhecimento no seu país natal, assim como em vários outros, onde está já traduzida. Narrada por uma criança de onze anos, "A Arte de Chorar em Coro" apresenta-nos, através de um olhar tão ingénuo quanto perturbador, uma vila rural da Dinamarca de finais dos anos sessenta e uma família que, embora seja completamente disfuncional, é encarada pela personagem principal com toda a normalidade. Erling Jepsen narra, com um enorme talento para o sarcasmo e o humor negro, as tentativas de um menino em ajudar o seu pai (que padece de «nervos psíquicos») naquilo que ele melhor sabe fazer: discursos fúnebres.

XOXO



publicado por Sara às 09:00
link do post | favorito

Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



blog blog blog


Sara Janssens, prazer.



Se quiserem descobrir mais sobre mim acompanhem o blog [aqui] e o seu canal de youtube [aqui]

segue-me contacto rubricas passatempos
.pesquisar
 
.Julho 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
27

28
29
30
31


.arquivos

. Julho 2013

. Fevereiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011