blog

Quer divulgar a sua marca neste blog?
modas.marketing@hotmail.com

Queres fazer pedidos e dar sugestões?
modasedesmodas@hotmail.com

Sexta-feira, 12 de Outubro de 2012
Rubrica: Grandma's Kitchen - Sandes de Salmão

 

Ingredientes:

 

2 Fatias de pão de sementes
Requeijão
Rúcula
Tomate
Salmão fumado

 

Preparação:

 

Barra as duas fatias de pão com o requeijão (isto vem humedecer o pão e escusas de pôr molhos que só fazem mal. Lava a rúcula e põe algumas folhinhas sobre uma das fatias. Se o sabor for muito activo para ti, fica-te pela tradicional folha de alface. Adiciona uma ou duas rodelas de tomate e duas fatias de salmão fumado. Aqui tens uma sandes pouco calorica e deliciosa!

 


XOXO


publicado por Sara às 09:00
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito

Segunda-feira, 27 de Agosto de 2012
Rubrica: Grandma's Kitchen - Mousse de Manga
 
3# Mousse de Manga
 
Ingredientes:
 
1 lata de polpa de manga
   2 pacotes de natas
   4 folhas de gelatina incolor
   1 lata de leite condensado
 
 
Bate-se as natas, até ficarem bem cremosas e deita-se o resto dos ingredientes na batedeira.
Iclusivé as folhas de gelatina que já foram passadas por água fria e derretidas no microondas.
Bate-se bem e vai para o frigorifico, no mínimo, durante cinco horas. Et voila!
 
Espero que gostem!
 
XOXO


publicado por Sara às 09:00
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Quarta-feira, 22 de Agosto de 2012
Rubrica: Grandma's Kitchen - Cocktail de Verão

 

2# Chá Verde de Hortelã Gelado

 

Ingredientes:

 

Meio copo de folhas de hortelã

2 saquinhos de chá verde

2 colheres de chá de mel

4 copos de água a ferver

4 fatias de limão

 

(modo não alcoolico, o alcoolico levaria cachaça)

 

Quando já tiveres a água a ferver, coloca os saquinhos de chá e junta-lhe o mel e as folhas de hortelã.

Mistura bem. Faz num bule e depois separa pelos copos. Dá para quatro, se quiseres oito copos, duplicas tudo.

Deixa repousar por cinco minutos antes de servir os copos. Depois retira os sacos de chá. Coloca no frigorifico.

E SÓ AGORA - é que podes servir os quatro copos. Escolhe copos grandes e põe-lhes gelo.

Usa as 4 fatias de limão para decorar. Se gostares do sabor podes expremer para o refresco.

 

Feita desta forma a bebida tem 76Kcal, mas se preferires mais doce - põe açucar.

 

Espero que gostem!

 

XOXO



publicado por Sara às 09:00
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Sábado, 11 de Agosto de 2012
Rubrica: Grandma's Kitchen - Sandes de Ovos Mexidos

Ando a começar a dedicar-me mais à cozinha, então achei piada criar esta rubrica! No meio de tantos assuntos faltava uma abordagem à comida! Espero que gostem! Não vou colocar receitas muito elaboradas, são mesmo coisas que vocês consigam criar quando vos apetecer.

 

 

1# SANDES DE OVOS MEXIDOS

 

Dá um golpe ao comprido numa baguete. Leva uma frigideira ao lume com manteiga.

Junta 2 ovos já mexidos, temperados com sal e pimenta. E vai mexendo com uma colher.

Pica metade de um pimento vermelho e frita-o à parte. Junta aos ovos e põe orégãos.

Coloca tudo na baguete e devora como se não houvesse amanhã!

 

Poucas calorias e uma delicia!

 

XOXO



publicado por Sara às 09:00
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito

Quarta-feira, 18 de Julho de 2012
Rubrica: Diz Que Não! - Ao Café
Cada vez a civilização tem menos tempo. Isto levou-nos a mudar hábitos antigos - dormimos menos, descansamos menos, trabalhamos mais e para compensar - bebemos café para ver se acordamos. Mas não é esta a única razão que nos levou a desenvolver o hábito de beber café. Também bebemos café por uma questão social: "E se fossemos tomar um café e pôr a conversa em dia?" Ou por mera questão de mania como "Depois de almoço bebo sempre um café para terminar a refeição." O facto de muitos restaurantes terem inserido o café no seu menu também não veio ajudar a situação.  
 
 
 
Pessoalmente, tenho o hábito de beber vários cafés ao longo do dia. Mas como tenho problemas cardiacos (arritmia cardiaca - palpitações inesperadas) o meu médico desaconselhou-me totalmente a fazer isso. Acabou por pôr fim à minha ignorância e decidi partilhar com vocês. Eis cinco razões pelas quais não devemos beber café:
 
1. É viciante
A cafeína é uma droga e o corpo habitua-se a ela muito rapidamente. E todos sabem que ficar viciado em coisas não pode ser bom sinal! Normalmente, uma pessoa que ingira à volta de cinco cafés diariamente começa a ficar viciada. Quando, de repente, deixa de beber café o corpo começa a sofrer sintomas de abstinência. São eles: dores de cabeça, pouca paciência e falta de concentração. Por norma não duram muito tempo, mas como raramente a pessoa associa este tipo de sintomas à falta de café, a probabilidade destes sintomas durarem pouco tempo deve-se ao facto de que a pessoa tomou outro café.

2. Perturba o ciclo do sono
Quando o uso de café (ou melhor, da cafeína) é levado ao extremo pode resultar em graves distúrbios do sono. Muitas vezes são classificados como transtornos psiquiátricos.
 
3. Aumenta o colesterol
Isto não é muito usual,
 mas quando o café é feito usando uma cafeteira (daquelas antigas de pôr em cima do fogão), o café contém óleos que aumentam os níveis de colesterol (o que é o mau). Este método de fazer o café é muito popular para os amantes do café porque dá uma sensação de autenticidade. Mas também é muito usado pelas pessoas que não bebem café, pois é uma forma barata de fazer café para poucas pessoas.

 

4. Pode causar dores de cabeça
A cafeína pode tanto tratar dores de cabeça como causa-las. Se costumas consumir bastante cafeína por dia estás propenso a efeitos de abstinência, como já referi, quando há uma redução da quantidade. Um dos efeitos  da abstinência é uma dor de cabeça. O café é, geralmente, a principal fonte de ingestão de cafeína, mas há muitas outras fontes: como chá, chocolate, refrigerantes e um monte de remédios para aliviar a dor. Quando bebemos café, comemos chocolates, bebemos refrigerantes e por aí a fora - estamos a ingerir quantidades enormes de cafeína e isso pode levar a um fenómeno chamado dores de cabeça de ricochete.
 
5. Causa arritmia cardiaca
Se acaba com o sono é porque dá mais energia. Se dá mais energia, acelera os batimentos cardiacos. Se consumirmos poucas quantidades de café, a alteração dos batimentos cardiacos é quase invisivel. No entanto, se têm o hábito de beber cinco ou mais chávenas de café diariamente já devem ter reparado que, de vez em quando, o vosso coração dispara por breves segundos e depois volta ao normal. Essas palpitações são excesso de adernalina causado pela energia "artificial" que a cafeína nos transmite.
 
Conclusão, tudo isto pode ser evitado desde que não se ingiram quantidades industriais de café. O ideal é beber um café por dia porque, tal como o seu consumo em excesso trás maleficios, o seu consumo ocasional trás vantagens. Se gostarem realmente de café como eu - podem beber até três cafés por dia. É uma quantidade razoável, mas não mais do que isso. Espero que tenham gostado do artigo!
 
XOXO


publicado por Sara às 09:00
link do post | comentar | ver comentários (22) | favorito

Quarta-feira, 4 de Julho de 2012
Rubrica: Diz Que Sim - A Uma Boa Alimentação

Claro que este assunto está constantemente a ser abordado pelos media, especialmente nesta altura do ano. Foi em parte por isso que me lembrei de fazer este post. Bem sei que é uma matéria super batida quer no mundo dos blogs, quer em tudo o que o rodeia. No entanto, acho que devia falar dele também aqui. Até porque acho que muitas vezes este assunto é abordado pelas razões erradas.

 

 

No verão todos falam de ter uma boa alimentação porque é bom para a nossa saúde. Na minha opinião, isso é um bocado hipócrita. Se falam deste assunto particularmente no verão é porque só estão a pensar em corpinhos esbeltos à frente. É a mesma coisa com o ginásio. Muitas pessoas só em meados de Maio é que começam a frequentar o ginásio em prol de perder umas gordurinhas para estarem apresentáveis na praia. Outra coisa que também não gosto, é quando falam deste assunto em blogs de moda. Muitas vezes é com o intuito de passar a imagem de que magrinho é que se está bem para podermos vestir tudo o que nos apeteça. Atenção, não estou a dizer que todos pensem desta maneira, mas a realidade é que muitas vezes é o que acontece.

 

Mas não é para dar a minha opinião que estou aqui hoje. Voltemos ao assunto! Tenho uma novidade para vocês - boa alimentação não é sinal de magreza. Isso depende muito do organismo de cada pessoa. Metabolismo lento, tendência para engordar, genética. Tudo factores que influenciam se emagreces ou não. Não está tudo na comida e no tipo de alimentação que tens. Por isso - ser super skinny não deve ser o motivo que te leva a ter uma alimentação equilibrada.

 

O verdadeiro motivo que te deve levar a ter uma alimentação equilibrada é o sentires-te bem contigo mesmo. Quem é que não se sente orgulhoso quando recusa uma mousse de chocolate, um bolo-de-bolacha ou um leite-creme e opta por uma salada de frutas? Podem não se sentir realizados, mas orgulhosos? Claro que sim! Além disso sentes-te muito mais leve se comeres um bom prato de vegetais, grelhados ou cozidos do que se comeres um enorme prato de batatas fritas. E não podes dizer que não estás cheio! Porque a verdade é que tudo o que metes na boca acaba por encher o estômago. Podes é continuar a achar que falta qualquer coisa. GULA! Não estás proibido de comer doces! Um doce que adoro? Pêssego com iogurte natural por cima! Mas há tantos! Mousse de manga - por exemplo. Podes comer doces! Podes lambozar-te à vontade! Até podes comer chocolate! Tens é que ter em atenção a quantidade que comes e os ingredientes que usas!

 

E comer bem é passar fome? Claro que não! Frutinha, bolachinhas de água-e-sal com compota,.. Tanta coisa! Podes e deves comer de duas em duas horas! Podes estar sempre a comer, se quiseres! Desde que tenhas em atenção aquilo que estás a comer: a quantidade, as calorias, os componentes.. Parece dificil, mas é tudo uma questão de hábito. Duas semaninhas de treino e já está. Começa a ficar automático.

 

O que é que muda? O teu humor, a tua disposição para fazer coisas (ganhas energia) e claro, o teu peso também será afectado, mas não tenhas uma ideia de como queres ficar. Mantém uma boa alimentação e deixa o teu corpo ganhar a forma que acha que é indicada para ti. Vais sorrir, vais ganhar confiança e vais perceber que podes chegar a onde quer que queiras! Ganhas controlo sobre a tua própria vida!

 

E agora? Mais convencidos que, se calhar, deviam largar o fast food? Não têm nada a perder, pois não?

 

XOXO



publicado por Sara às 09:00
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito

Domingo, 31 de Julho de 2011
Rubrica: Grandma's Kitchen - Comida Do Mundo

Não estão já cansadas de comer sempre a mesma coisa? Os mesmos pratos? Com os mesmos ingredientes de sempre? Não querem experimentar algo novo? Ou se calhar não sabem o que fazer para mudar a rotina alimentar… Hoje vou dar-vos uma ajuda no que toca a escolher refeições. Não, não vos vou falar de comer bem e de forma saudável. Vou dizer-vos que tipo de comida podem comer numa ocasião especial, para mudar, para experimentar.

 

Eis alguns tipos de comida que podes provar:

 

1.       Cozinha Grega: Com uma influência significativa da cozinha turca e italiana, a culinária grega é centrada em torno de azeite, legumes e ervas específicas da região do Mediterrâneo.

 

 

2.       Cozinha Espanhola: Este tipo de comida é bastante leve. Contém uma grande variedade de carnes, peixes e legumes. Também usam muito o marisco local. Usam os ingredientes para fazer uma apresentação mais bonita e cativante, com cores quentes como o país.

3.       Cozinha Japonesa: Arroz branco e soja são os ingredientes que vais  encontrar em praticamente qualquer prato. Conhecido pela sua integridade do aspecto alimentar e qualidade dos ingredientes, a cozinha japonesa está a tornar-se uma tendência mundial.

 

 

4.       Cozinha Mexicana: Conhecida pelos seus sabores variados e especiarias intensas, a culinária mexicana é uma deliciosa combinação de antigas tradições, asteca, maia e espanhola. Os franceses também tiveram a sua parte na história, acrescentando algumas receitas ​​como os pães-de-leite. Há também opções mais exóticas no menu, tais como a iguana, insectos, cascavel, veados e até mesmo aranhas.

 

 

5.       Cozinha Indiana: Uma das culinárias mais sofisticadas e diversificadas do mundo. Há três categorias de cozinha indiana: Sul, Este e Oeste. Os alimentos são na sua maioria vegetais, mas muitos pratos incluem ovelha, cabrito, carne de frango, e até peixes. Geralmente os pratos são muito picantes por isso, para desfrutar da comida, prova aos pouco e começa pelos pratos mais leves para te habituares aos sabores. Se não gostares de picante podes pedir para que não ponham. Sabe igualmente bem.

 

 

6.       Cozinha Chinesa: É fácil de cozinhar, económica e saborosa. A maioria dos alimentos são preparados em pedaços pequenos, porque a cultura chinesa não permite que se coma com talheres. Normalmente é dada, cada pessoa na mesa, uma tigela de arroz, enquanto os outros pratos são compartilhados por todos.

7.       Cozinha Italiana: Talvez uma das mais antigas do mundo. Tornou-se o que é hoje, juntamente com a descoberta do Novo Mundo, que trouxe batatas, tomates, milho, pimenta, para a lista de ingredientes. Uma refeição italiana está estruturada em várias secções: antipasto (o aperitivo), primo (massa ou prato de arroz), secondo (prato de carne), dolce (sobremesa). A Itália é famosa também por mais de 400 tipos de queijo, incluindo o famoso Parmigianino Reggiano ou a Mozarella , e 300 tipos de salsichas.

 

 

8.       Cozinha Francesa: É tão popular como a poesia ou as artes francesas. Os queijos e vinhos também são uma parte importante da culinária, sendo talvez a mais famosa de todas. Algo que costumam servir muito no fim das refeições é um tabuleiro com vários tipos de queijo acompanhados por doces de frutas, mel ou frutos silvestres inteiros. Os bolos são uma grande parte da culinária francesa, mas se escolheres este tipo de comida, não tenhas em consideração as sobremesas, porque as portuguesas são muito melhores, uma vez que os doces franceses não têm tanto sabor.

 

 

Espero que vos tenha deixado com água na boca.

XOXO



publicado por Sara às 09:00
link do post | comentar | ver comentários (37) | favorito

Quinta-feira, 28 de Julho de 2011
Rubrica: Diz Que Não - À FastFood

Olá, meninas! Nova rubrica! Andei a pensar no que podia escrever para inovar o conteudo do blog e pensei nisto. É uma rubrica dedicada às coisas que devemos ou não fazer. Vai ser publicada com dois nomes: "Diz Que Não" ou "Diz Que Sim". Vamos a ver como é que recebem esta rubrica. Hoje, como já devem ter reparado, vou falar-vos da Fast Food e dos seus maleficios. Vamos a isto..

 

 

 

A fast food, porque a comemos:

Devido às exigências da vida moderna - longas horas no trabalho, compromissos com a família e amigos, e uma variedade estonteante de opções de entretenimento que competem pela nossa atenção - o ritmo de cada dia não é nada se não rápido. Como resultado, temos vindo a viver no que poderia ser descrito como uma cultura de conveniência, com facilidade da acessibilidade e rapidez de entrega estabelecendo-se como preocupações primordiais para cada bem ou serviço que consumimos, seja notícias ou alimentos. Enquanto a qualidade e diversão também são factores, a conveniência tende a ser a base de muitas decisões. No reino dos alimentos, isto significa que as pessoas estão a cozinhar menos, porque não têm tempo. E com a espantosa variedade de opções de pré-cozinhados parece não haver necessidade de cozinhar. Apesar das refeições de micro-ondas e fast food bastante inofensivas e estar aqui apenas para nos ajudar, pesquisas recentes têm mostrado que a fast food em particular, pode ter efeitos profundos e graves no nosso corpo.

 

 

O que contém:

A fast food é rica em gordura: densidade e calorias, tem gordura saturada, frutose e índice glicémico, mas pobre em fibras, vitaminas A e C, cálcio. Mas os inconvenientes não param por aí. Uma refeição de fast food em média contém 1.400 calorias, o que é 85 por cento da nossa ingestão diária recomendada de gordura.

 

Porque não comer:

Pensa nas consequências antes de agir. A fast food pode fazer com que tenhas problemas de saúde como o excesso de peso. Um adulto que consuma fast food tem maior média de IMC do que aqueles que não o consomem. Também pode matar-te se a comeres com muita frequência. Além disso, podes apanhar doenças por comer hambúrgueres de carne ou quaisquer outros produtos que vendam num restaurante de fast food. E mais! Os efeitos negativos de fast food vão muito além do alto teor calórico, produzem efeitos fisiológicos que desencadeiam uma reacção em cadeia para a obesidade e possíveis diabetes.

 


O falso “Sabor Natural”:

A fast food não é saudável para ninguém. As batatas fritas já foram congelados e mergulhadas em óleo vegetal previamente, ainda assim eles usam a expressão: "sabor natural". O dito sabor natural não é natural de todo. Além disso o "Sabor natural” de que falam para todos os componentes da sua ementa (hambúrgueres, etc.) é artificial, uma vez que é criado com base em molhos, corantes e aditivos que tornam este tipo de comida tão viciante.

  

 

Doenças e obesidade:

Volto a repetir: este género de comida pode matar-te se o comeres com muita frequência. Podes morrer de excesso de peso, por doenças arteriais, sangue, coração. Além disso, ainda podes apanhar doenças derivadas do consumo da carne bovina. A fast food é uma das principais razões pela qual há tanta obesidade mórbida no país e tantas doenças relacionadas com o excesso e o consumo de alimentos gordurosos. Algumas doenças que podes apanhar ao comer em restaurantes de fast food são provocadas por bactérias como: Salmonella, Listeria monocytogenes, Staphylococcus aureus e Clostridium perfringens. Outra doença que também é provocada por este tipo de alimentação, mas é, na maioria das vezes, esquecida é a depressão. Devido à acumulação de gordura em várias zonas do corpo, muitas pessoas se começam a sentir desconfortaveis e enojadas por si mesmas. Se a depressão atingir o expoente máxico da doença o mais provavel é que a pessoa acabe por se mutilar e mesmo matar.

 

 

Resumindo:

Evita este género de alimentação. Só te pode trazer problemas e reduzir o teu tempo de vida. Nunca é de mais relembrar o cuidado que devemos ter com este tipo de coisas que por vezes nos passam completamente ao lado por parecerem tão inofensivas.

 

 

 Espero ter conseguido passar a mensagem!

XOXO



publicado por Sara às 09:00
link do post | comentar | ver comentários (66) | favorito

blog blog blog


Sara Janssens, prazer.



Se quiserem descobrir mais sobre mim acompanhem o blog [aqui] e o seu canal de youtube [aqui]

segue-me contacto rubricas passatempos


Schwarzkopf


Pó de Arroz


Faz de Conta Bijus

Nanda Crafts

BHcosmetics

Lumiere Cosmetics

UC Berlin

Liz Earle

Motives Cosmetics

Butterfly Store


Colour Makeup

-10% com o código "modas"


OASAP - The
Latest Street Fashion

Latex Catsuit





Once A Week Chic: Shop this week's look now



AL Cosmetics



WOOK - www.wook.pt

Doce Noite



Tem um blog/loja e quer ter uma parceria connosco?
Eis o logótipo que deve ter na sua página:



.pesquisar
 
.Julho 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
27

28
29
30
31


.arquivos

. Julho 2013

. Fevereiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011